domingo, 3 de junho de 2018

De um momento pro outro


De um momento pro outro
De um momento pro outro começou a pensar nela, 
na cor de seus pelos, não eram longos os  fios, 
lembra da suavidade...
Pensou no olhar que fugia e voltava quando
percebia-se olhada.
Logo os lábios  vieram para a lembrança completa compor, eram bem desenhados,
não os tinha carnudos,  
sim afilados, separados,  
bom pensar na língua entrando e 
volteando lá 
de um lado para o outro.
No momento desse rememorar;
 já  entre as pernas o entumecimento  leve se fazia notar... 
controlável... 
porém a mente não parava de enviar informações que mostrava o meio do corpo, 
direita e esquerda, 
bicos salientes que o chamavam para um resvalar de corpos 
tal uma dança boa.
Já sem noção de tempo e espaço trás a mente momentos
 onde  era o que sentia e reagia enquanto os dela 
em suas costas de  leve encostar brincava de afasta e se achegar fazia....
 De súbito a si mesmo pergunta em um segundo de consciência: Onde está?
Os olhos que até então fechados, agora abertos confere o espaço seguro e seu em que 
se encontra, 
dá se conta que  nu
tem sobre si o cobertor que afugentando o frio
 trouxe  o conforto das lembranças.
Então
permite-se,
aperta o sexo que  já dolorido pelo conjunto grita, 
sente  então que
 o momento é seu 
e que dela nesse momento apenas a lembrança tem, 
e com elas e delas serve-se em mais um lindo momento de satisfação em  total entrega...
 As lembranças  a tona deixa vir 
e outros momentos assim
certamente vão acontecer...
Copyright©soempalavras 
11/06/12
00:53
05/07/1200:02